24 de junho de 2010

NOVOS RUMOS

Tenho descoberto tantas coisas
Que posso tanto mais que morrer por amor
O mundo é tão vasto
Tão cheio de caminhos que ainda não trilhei

Com licença, amor da minha vida
Vou indo olhar o mundo
Prometo que nunca vou te esquecer
Mas a vida lá fora me espera
Impaciente...

Maria Alice Guimarães

5 comentários:

Vera Rolim disse...

O ato de pedir licença ao amor pra curtir a vida foi o máximo.
Adorei !!!!!!!

Bjs

Iram M. disse...

Adoro visitar seu blog.
Ele me transmite paz.
Beijos
Iram

Maria Teresa disse...

Nada melhor que aproveitar ao máximo todos os instantes!
Beijo carinhoso

Nilce disse...

Saudades, Maria Alice

Seus versos são profundos e me encantam, iluminam meu coração.

Bjs carinhosos!

Nilce

Lista Telefonica disse...

www.sualista.com.br